Análise do preço do Bitcoin: Quão longe o Bitcoin (BTC) vai em 2020?


O valor do BTC hoje alcançou uma nova alta ao bater o preço de $22.323. Alguns analistas consideram os últimos ganhos sendo diretamente relacionados a tendências de alta pós-redução que normalmente acontecem no mercado meses após o processo inicial de redução. O BTC teve sua última redução em maio de 2020, ao passo que a criptomoeda começou a mostrar um comportamento de subida no começo de junho quando o preço do Bitcoin buscou novos níveis de suporte nos $10.000. A maior criptomoeda continuou balançando mesmo após a marca de 10k por unidade de BTC, então os traders às vezes veem ele em um preço médio de $9.500. O Bitcoin deu uma virada na terceira semana de agosto quando buscou níveis de suporte nos $11.000 antes de alcançar uma nova alta de mais de 12k para o ano. Ao mesmo tempo, gráficos mensais e anuais estão mostrando retornos de 14% e 12% respectivamente. Quão longe o Bitcoin pode ir em 2020? E será que a corrida pelos $120.000 foi a última que vimos nesse comportamento de corrida nesse ano?


Previsão do preço do Bitcoin: O Bitcoin está voltando para a marca dos $12.000?


O Bitcoin alcançou o preço de $11.462 em questão de horas após deslizar para $11.459 do valor antigo de cerca de $11.800, o que também estava perto do maior preço para a semana. A queda ainda é evidente já que o BTC caiu de $12.323 em menos de 2 dias até abaixo do valor de $11.500. A maior criptomoeda poderia buscar o suporte no valor de $11.500 caso os ganhos continuem a acumular nos dias seguintes. Esse valor de suporte pode ajudar a maior criptomoeda a voltar ao valor de $12.000 e talvez subir mais ainda desse ponto do preço em diante, como foi o caso em 17 de agosto desse ano. Dado a estabilidade em níveis de suporte de $11.000, é menos provável que o preço do Bitcoin fique abaixo desse nível, a não ser que a demanda pela maior criptomoeda diminua nos próximos meses. O quatro trimestre do ano pode ser um período de ganhos para o Bitcoin já que estamos nos aproximando de 2021. “Traços” do hype pós-redução podem ainda afetar mais o Bitcoin no prazo de vários meses até um ano, sendo que é por isso que vários analistas estão prevendo um belo período para os traders, investidores e holders de BTC. A marca de $12.000 é, portanto, mais provável de acontecer novamente até o final do ano caso o BTC não fique abaixo dos $11.000.


Por que o Bitcoin perdeu seu chão nos $12.000?


Presume-se que alguns traders queriam sacar seus lucros dos seus investimentos iniciais após o BTC alcançar os $12.323 da casa dos $11.700 em um dia. Caso os traders tenham investido no Bitcoin durante a queda de 2019, vender o Bitcoin no preço mais alto do ano de 2020 criaria um invejável ROI do seu investimento inicial. Se não fosse a debandada de venda após a marca dos $12.323, o Bitcoin poderia ter ido na direção de um novo recorde perto dos $13.000. Entretanto, a liquidação provavelmente aconteceria eventualmente, já que vários investidores do valor do BTC hoje estão nele só pelos lucros. Quando uma grande liquidação acontece, o preço de um ativo diminui por consequência. O Bitcoin ainda parece estar indo em direção ao retorno da corrida por ele, já que a criptomoeda está tendo aumentos mensais, diários e anuais com 211.7 bilhões de dólares em valor de mercado.